domingo, 22 de março de 2009

BENEDITAS

solo de dança com Diane Ichimaru

A teatralidade das manifestações da religiosidade brasileira é explorada nesta obra estreada em outubro de 1998, que completou em 2008 uma década no repertório da Confraria da Dança.
Elementos do universo de rituais religiosos são a matéria prima desta criação carregada de poesia própria.
Uma visitação às imagens e crenças que habitam o cotidiano e o imaginário brasileiro, mestiço em suas raízes. A personagem percorre sacristias e adros de igrejas, serpenteia por procissões, capelas e terreiros, pisando os solos sagrados e encantados dos nossos interiores.
O encontro do devoto com o divino é apresentado através do espelhamento da mulher terrena com as várias configurações da santidade feminina: Imaculada Conceição de Maria, Aparecida padroeira do Brasil, Nossa Senhora do Rosário, Iemanjá rainha dos mares e tantas outras que se formam para cada espectador.

FICHA TÉCNICA
criação: Diane Ichimaru e Grácia Navarro

interpretação: Diane Ichimaru
criação e confecção de figurinos e cenário: Diane e Grácia

plano de iluminação e operação de luz e som: Marcelo Rodrigues



fotos: Ricardo de Oliveira

"BENEDITAS é um delicado bordado, criado por mãos de sábias artesãs. As diversas configurações das entidades femininas, pertençam elas aos cultos cristãos ou pagãos vão se materializando, ora na dança, ora na música ou na palavra. Ou surgem ainda da simples presença, muda e estática, em cena e, no entanto, plena de mistérios que poeticamente se entretecem no corpo em movimento da intérprete. E que vão urdindo uma teia/trama de fios coloridos a que ficamos indelevelmente aprisionados. Rosário simbólico, onde cada conta nos conta dos encantos e/ou desencontros de nosso sincretismo religioso. Corpos em disponibilidade, em que se manifestam forças ancestrais de nossa múltipla formação étnica e cultural. Brasil afro, europeu, ameríndio. Brasil mulher: Beneditas.”
João das Neves
dramaturgo e diretor teatral

HISTÓRICO
“BENEDITAS” estreou em outubro de 1998 e desde então vem sendo apresentado em importantes locais e eventos como a oitava edição de “O Feminino na Dança” promovido pelo Centro Cultural São Paulo, o XXIV Festival de Inverno de Campina Grande/PB, Programa “FUNARTE na Cidade/99”, Projeto Palco Aberto do SESC POMPÉIA - São Paulo/SP

No início de 2003 o espetáculo passou por um novo processo criativo, transformando-se de duo para solo coreográfico. A nova versão de “BENEDITAS” foi apresentada no SESC Arsenal – Cuiabá/MT, na comemoração do 1º aniversário da Estação Cultura promovida pela Secretaria de Cultura de Campinas, no evento comemorativo 10 Anos de Confraria da Dança realizado no SESC Campinas em 2006, do evento Devotos de Corpo e Alma - 2008 do SESC Santana/SP, na Bienal NAIF 2008 realizada pelo SESC Piracicaba, entre outros locais e eventos.